LightBlog

Adoro surpresas, principalmente as simples. E hoje começou assim. É sábado e não trabalho, mas meu marido sim - Léo. Eu fico um pouco mais...

Um sábado gostoso


Adoro surpresas, principalmente as simples. E hoje começou assim. É sábado e não trabalho, mas meu marido sim - Léo. Eu fico um pouco mais na cama e ele vai trabalhar, mas antes de ir ele acaricia meu bumbum e me da um beijinho no rosto. E fala ao se levantar para sair:

- Nossa, como você é gostosa!! - E vai.

Minutos depois levanto me e vou ao banheiro tomar meu banho e vejo um recadinho no espelho dizendo o quanto me ama. Fico toda besta. Termino meu banho e vou me vestir e começar a organizar a casa. Abro a minha gaveta onde guardo minhas lingeries e acho um bombom e mais um recadinho dele! Rsrsrsrs Que gracinha da parte dele! Faço minhas coisas em casa toda contente. Já um pouco mais tarde, Léo me liga e me diz:

- Sheila, tô aqui no barzinho que você gosta, vem pra cá mô!!

Arrumo me toda e vou ao encontro dele. Quando chego ele se levanta e abraça me e me dá um beijinho discreto e sento me ao lado dele. Estávamos em um grupo de amigos, bebendo e conversando besteiras. Sempre me divirto! Já passa das 22:00 e já estou bebinha e ele também.

Ficamos sempre bem assanhados quando ficamos assim e por debaixo da mesa, acaricio o pau gostoso que ele tem sentindo ele ir ficando duro. Eu falo baixinho para ele:

- Estou louca pra chupar teu pau todinho e meter ele bem gostoso na minha bucetinha!

- Ahhh, sua putinha gostosa! Vou te fuder todinha e vou arrombar teu cu todo! - E assim ficamos provocando nos mutuamente entre risinhos maliciosos.

Eu sempre fico com a minha boceta bem meladinha e louca pra fuder! E nesse dia eu estava de vestido e por de baixo da mesa Léo passava seus dedos em mim e sentia a minha calcinha toda ensopada e se deleitava todo com isso e chupava seu dedo, só pra me deixar mais louca ainda!

Alguns minutos depois, demos uma desculpa e voltamos pra casa, bem alegres e totalmente excitados. Mal abrimos a porta e já começamos a nos acariciar, com beijos ardentes e cheios de desejos.

Léo tira minha roupa rapidamente, mas delicadamente e já tira logo também meu sutiã, chupa meus seios e os aperta e acaricia, os morde e já começo a gemer. Ele volta a me beijar e o seguro pelo cabelo enquanto me beija, acariciando seu cacete maravilhoso, que pulsa muito. Sempre que ele bebe parece que ele fica ainda maior e mais grosso.

Vamos tirando a roupa um do outro e indo para o quarto. Já chegamos nus, sento me na cama e Léo fica na minha frente exibindo seu cacete pra mim que meto rapidamente na minha boca. Fico muito tarada quando estou alegrinha, chupo com gosto mesmo!

Léo só fica me olhando, apreciando o que faço sem falar nada. Chupo, enfio todo até o fundo da garganta, acaricio o saco dele. Eu paro e me deito na cama e sem demora ele vem por cima de mim e mete seu cacete na minha buceta sedenta, que entra fácil de tanto que tô excitada. Ele mete forte, com força como gosto fazendo me delirar de tão gostoso.

E ficamos só um pouco assim, pois quero outra coisa. Começamos um 69 maravilhoso que me faz arrepiar toda, fazendo meu “Mô” soltar um risinho malicioso... Lambe bem minha buceta de cima abaixo, enfia a língua nela e depois dá uma assopradinha no clitóris e mete seus dedos e lambe mais e mais.

Chupo bastante aquele cacete gostoso que ele tem, mas agora acariciando ele bastante com minha língua o lambendo e beijando. Ele então se deita e vou pra cima dele e meto aquele cacetão em mim e comecei rebolando freneticamente, pois quero gozar logo não aguentando mais de tesão. E rapidamente gozei bem gostoso levantando minha cabeça e olhando para o teto e continuei assim até meu orgasmo passar.

Em seguida deito me em seu peito, com a respiração ofegante, olhei pra ele, todo gostoso me dando tanto prazer, ele me beijou suave. Ele começou a mover meus quadril para cima e pra baixo fazendo me recomeçar novamente. Eu subia e descia e fui acelerando, mais e mais sem parar.

Ele sabe que gozo rápido e daquele jeito será bem rápido. E sem demora gozei e gemi mais alto. Léo me deitou de lado e meteu novamente em mim e pedi para estocar rápido e forte me fazendo gemer muito e ele junto comigo.

- Isso mete assim, mô!!! Mais rápido!!! Mais forte!!! Isso!!! Mais!!! Mete sem dó!!! - ele fazia exatamente como eu pedia.

Ele então me colocou de quatro e meteu com mais força ainda fazendo me gemer, gritar e pedir mais. E então “Mô” começou a acariciar o meu cu e a meter um dedo e depois dois massageando bem pra começar a meter aquela pica gostosa nele. Peguei um gel que sempre esta debaixo do travesseiro e entreguei pra ele, que passou no meu cu e meteu seus dedos melados o mais fundo que conseguiu e passou na sua pica também.

Ele começou a abrir meu cu com a sua pica bem devagar para ir acostumando com o entra e sai, bem lentamente, até que ele tirou tudo e passou mais gel no meu cu e na sua pica. E volta a me penetrar novamente. Agora mais rápido, mais e mais!! Nossa, que delícia!!!

Ele se deitou e fui por cima, seguro a pica e meto no meu cu já aberto e rebolo muito. Depois meti na buceta e fiquei um pouco, voltei para o cu e fiquei assim delirando sem saber em que buraquinho deixar aquela pica gostosa até que sinto meu orgasmo, desta vez muito mais intenso que os anteriores.

Voltei a ficar de quatro e Léo gosta da brincadeira e continuou a meter um pouco no cu e na buceta. Entra e sai, entra e sai, até que senti seu cacete pulsar mais forte já querendo gozar, e então “Mô” meteu forte e rápido só no meu cu até que gozou gemendo alto, quase gritando de prazer.

Ele apertou forte meu quadril e foi parando aos poucos até se deitar em minhas costas comigo ainda de quatro. Ele me abraçou e se joga para o lado com seu cacete no meu cuzinho, beijando minha nuca e falando só pra mim o quanto é delicioso me foder.

0 comentários: