Pages

Minha safada, tarada e gostosa tia


Meu nome é Felipe, tenho 21 anos, 1,80 m de altura, moro em Natal/RN, terra do sol, lugar cheio de praias lindas e maravilhosas, com muitos pontos turísticos e históricos, e cheios de belezas naturais.

Fazia pouco tempo que havia conseguido a minha independência financeira e alugado um apartamento, quando fiquei sabendo que uma tia, Cristina, que morava em São Paulo e que eu não via desde os meus 8 anos, decidira vir passar umas férias em Natal.

Minha mãe pediu me então que, quando eu saísse da faculdade, fosse buscá-la no Aeroporto. Admito não fiquei muito feliz com esse pedido da minha mãe, pois faço Faculdade de Educação Física e estava muito cansado após uma aula pratica que me quebrou todo.

Mas acabei concordando e fui pegar a Tia Cristina no aeroporto, atrasei me alguns minutos e minha tia já estava me esperando. Quando chego ao Aeroporto deparei me com aquele espetáculo de mulher que era minha tia, um pedaço de mal caminho com 1,70 m de altura, 33 anos, seios fartos, bunda muito gostosa, pernas muito bem torneadas, um verdadeiro tesão de fêmea.

– Tia Cristina?! É você?!

– Felipe!! Oi meu lindo!! Nossa, como você cresceu!!! Que homão mais lindo você se tornou...!!

– Obrigado tia!! Você também está linda!! Está bonita mesmo!!

– Obrigada meu amor!! Vamos, me ajude com as minhas coisas, pois vamos para sua casa!!

– Como assim, tia?!! Para a minha casa?!!

– Sim, meu anjo!! Sua mãe disse que eu serei sua hóspede nessas 2 semanas, pois na outra casa o quarto que era seu está passando por reformas...

– Humm... Está bem, tia, vamos!!

Fomos então para o meu apartamento. No meio do caminho era inevitável reparar naquelas pernas lindas e naqueles lindos seios da minha tia. Não me reconheci, estava muito excitado, sentindo o maior tesão pela minha própria tia, apesar do volume na calça estar evidente, consegui manter me controlado.

Tia Cristina quase não falava nada apenas ficava olhando para mim e comentando como eu tinha crescido e me transformado num homão e com um corpão, conversamos sobre a minha faculdade, sobre o trabalho dela até que chegamos ao meu apartamento.

Disse lhe que ela podia subir para tomar um banho e relaxar que eu levaria suas coisas. Ela aceitou, pegou a chave e subiu. Alguns minutos depois eu cheguei com suas malas e percebi a sua roupa em cima do sofá e o chuveiro ligado.

Como de costume tirei minha camiseta, organizei minhas bagunças e fui assistir um pouco de TV, mas claro que não consegui me concentrar na TV, só de imaginar o mulherão que estava no meu banheiro totalmente pelada.

Eu estava muito excitado e ao mesmo tempo nervoso. Não aguentei e fui até a porta do banheiro que estava só encostada e, tomado por um impulso repentino, entrei. Minha tia estava de costas se ensaboando e assim que me viu, disse:

– Oops!!! Pode usar o banheiro, meu amor!! Não se incomode comigo, não!! Prometo que não vou olhar!!

Com um sorriso de safada ela me olhou dos pés à cabeça e comentou que eu era um “Homem muito gostoso”. Eu fingi que estava urinando e ela meio que fazia de tudo para ver o meu pau que nesse momento já estava muito duro. Ela perguntou:

– Felipe, já que você veio da faculdade e deve estar cansado, você não quer tomar um banho também!! - Eu respondi, impressionado:

– Sim, depois você terminar o seu banho... - Mas minha ela me interrompeu:

– Então pode ir tirando a sua roupa que eu já estou saindo!!

Nossa! Com aquela resposta fui tirando a minha roupa. Quando fiquei completamente nu não tinha como esconder a minha pica dura, latejando e pulsando, ela olhou e disse, com cara de safada:

– Meu filho, que rola mais gostosa que você tem, hein?!! Deve deixar as meninas loucas, pois é bem grosso e grandinho, hein?!!

– É que faz tempo que eu não fodo uma buceta gostosa, e eu nunca tinha visto uma mulher tão linda quanto você, tia Cristina!! Além de linda, é muito gostosa e tem um corpo muito tesudo!! - Essa foi a deixa que a minha Tia precisava para perceber que eu queria fodê-la de qualquer jeito. Ela se virou e falou:

– Entra logo aqui, meu amor!! Vem tomar banho comigo, vem!!

Não esperei e fui logo para baixo do chuveiro, estava tão excitado que a minha rola batia na bunda da minha tia que estava de costas para mim. Ela ria e dizia:

– Eitaaa!!! Nossa!!! Está tão dura assim, meu amor?!! Que tesão, hein?!! Nossa!!! Como é linda essa sua pica!!!

Com isso minha tia começou a ensaboar se de forma muito provocante, esfregando seus seios e passando a mão no seu bucetão e no rego da bunda. Foi quando eu me aproveitei e me encostei de vez nela, e comecei a ensaboar suas costas. Foi nessa hora que eu, literalmente, cai em meus braços. Ela rebolava sua bunda de encontro a minha pica dura até que, sem delongas, me falou:

– Aiiii!!! Que gostoso esse roça, roça…!!! Vai meu amor, me fode logo!!! Vaiii!!! Mete esse pauzão gostoso no meu cu, mete!!! Eu nunca fiz isso, mas fode primeiro o meu cu, fode gostoso!!! - Fiquei alucinado de tesão, posicionei a cabeça da minha pica para a entrada do cu dela e comecei a forçar:

– Huummmm! Aaiiiiii! Que gostoooosoooo!!! Iiissssoooo!!! Aaiiiiii!!! Está entrando!!! A cabeçona gostosa entrou, meu amor!!! Vaiii! Mete o resto!!! Mete tudo!!! Me fode gostoso, safado!!! Vaiii! Fode o cu dessa sua tia puta, vaiii! Aaiiii!!! Enteeerraaa tuuuudoooo!! Euuu queeeeroooo, vaaiiiiiii!!!!

Encostei ela na parede que empinou bem aquela bunda gostosa, segurei firme na sua anca e enterrei de uma vez a minha pica naquele cu gostoso, até o talo!! Nossa!! Que cu mais quentinho e gostoso!! Comecei então um vai e vem lento, carinhoso e sem fim. Ela gemia como uma cadela no cio:

– Aaiiiii!! Iiiissooo!!! Vaiii! Fode o meu cu, fooodeee! Cooommm foooorçaaa!!! Aaiiiii! Tá doendo… Safado da rola grossa!!! Aiiii! Paraaaa… Hummmm!!! Nãããooo!!! Nãããooo!!! Vaaiiiiiii, mete tuuudooo! Rasga o meu cu, seu safado!!!

Nossa! Como era gostoso foder o cu daquela safada sem vergonha. Senti seu gozo vir e ela fiou toda mole. Sua bucetona estava toda melada, quentinha e gostosa. Tive vontade de fodê-la, mas ela ainda não deixou. Só queria mesmo rola no cu naquela hora…

Continuei estocando cada vez mais forte até que ela gozou pela segunda vez pedindo que desse uns tapas na sua bunda gostosa. Eu batia com toda minha força que ela urrava de tesão. Ela estava com as costas e a bunda toda marcada de tanto levar tapas e com cara de tesão enorme sendo arrombada pela minha rola.

Quando ela gozou pela terceira vez caiu no chão se contorcendo de tanto tesão. Gemia que nem uma louca e pedia para chupar a minha rola. Nossa, que boca mais deliciosa, parecia feita de veludo. Ela chupava como nunca havia me chupado antes e log me fez gozar intensamente na sua boca. Ela chupou tudo e fomos terminar nosso banho.

Ao sairmos do banho tia Cristina mal podia caminhar de tanta dor nos quadris, de tanto levar rola e de tanto que apanhou na bunda. Me senti meio culpado, mas foi ela quem pediu. Fomos para o meu quarto e ela foi logo deitando de bruços na minha cama e disse:

– Ai que rola mais gostosa, meu Anjo! Me deixou toda arrombada!!

– É.... mas ainda não acabou tia Cristina....

– Ah?! Como assim meu amor…

– Ainda falta essa sua bucetona gostosa…

– Ai amor! Não sei se aguento!! Estou sentindo muita dor na bunda…

– Humm, quem mandou a cachorra pedir pra apanhar? Vamos! Abre essas pernas, vai…

– Ai meu anjo! Não! Espera mais um pouco…

– Não! Eu quero agora! Vai! Chupa a minha rola de novo!

Tia Cristina abocanhou meu pau e começou a chupa-lo, lubrificando-o todo. Em seguida abri as pernas dela e posicionei a minha pica na entrada daquela bucetona toda melecada:

– Ai! Safado! Vai me arrombar mesmo!! Humm, gostoso! Humm me fode mais! Vai! Vai! Rasga minha buceta vai com essa pica gostosa, vai!!! - Enfiei minha rola de uma vez só na sua bucetona inchada, ela deu um grito muito alto.

– Aaaahhainnnnnnnnnn!!! GOOOSTOSOOO!!!! Aaaaaaai!! Vai, me fode!!!

Fiquei fazendo um vai e vem muito rápido e com tanta força que percebi que ela estava chorando de tanto prazer e perguntei se queria que eu parasse ela segurou em meu braço e me disse:

– ARROMBA SAFADO! ME RASGA! GOZA DENTRO DE MIM! PORRAAAAAA!!!! Ai!!! Cachorro!!! Hummmm!!!

Nossa! Fodi tanto minha tia Cristina que quando gozei pela terceira vez dentro de sua bucetona ela já estava deitada de bruços quase sem reação, só gemendo e suspirando de tanto tesão. Gozei muito dentro dela e cai por cima de seu corpo. Fiquei chupando seu pescoço e falando safadezas em seu ouvidinho e dizendo:

– A partir de hoje você será minha mulher, minha puta, minha cachorra, pelo resto da vida!!

E desde então minha tia agora é minha mulher e mora comigo de forma disfarçada, alegando que está ajeitando sua casa aqui em Natal para ela morar, e com isso, desde então, fodemos todos os dias de forma muito louca e sigilosa.
TAGs: , , , , , , , ,

Admin02

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário